Viva Grande BH

2020, o ano que o país não funcionou depois do carnaval
Há 1 mês

Porque a famosa frase dita todo inicio de ano não funcionou dessa vez

No inicio de dezembro de 2019 uma amiga me disse que devido a vários fatores havia perdido o emprego. Perguntei quais eram as estratégias para a recolocação profissional e ela respondeu que ainda não havia resolvido as questões burocráticas da rescisão, além de que com os famosos recessos de fim de ano, não havia o que fazer nesse momento.

O ano virou e chegamos a janeiro, porem o mercado permanece desaquecido devido ao período de férias, recolocação mais uma vez adiada… Chega fevereiro e aí entra um dos bordões mais famosos do país: “o Brasil só funciona depois do carnaval”. Pois bem, passado o carnaval e era da indústria voltar com tudo, volta às aulas, comercio aquecido… Essa e a teoria dos anos anteriores, esse ano não foi assim.

Obvio que a pandemia de Corona vírus e global e dificilmente alguém poderia saber o que iríamos enfrentar, talvez algo jamais visto na nossa geração, porem, escancara que mais uma vez estamos despreparados economicamente falando e pagamos um preço bem caro por não “começarmos o ano” junto com o resto do mundo. Quando falamos aqui da vida financeira da população, esse “ bug “torna-se ainda mais perigoso. Em geral a população torra todo seu décimo terceiro (e alem dele) em dezembro e entra o ano no vermelho. Soma-se a isso o fato da “ turma do I” bater na sua porta em janeiro (IPVA, IPTU) além de material escolar, matricula, seguro… com isso esta feita a famosa bola de neve.

A década de 2010 foi marcada por uma forte crise que fez com que o pais acumulasse prejuízos e milhões de desempregados. Engatinhamos para sair dela mas nem de longe conseguimos. Não poderíamos nos dar ao luxo de agir como se nada estivesse acontecendo. Não sou contra o carnaval, ao contrário, acredito que ele injete dinheiro na economia, principalmente para o mercado de eventos, hotéis e viagens, mas não podemos parar o pais por dois meses (talvez três) para esperá-lo chegar.

A região metropolitana de belo horizonte ainda teve um gigantesco agravante: As piores chuvas de sua historia, que devastou vários bairros, inclusive da área nobre, e quase tres meses depois ainda acumula prejuízos. Se queremos tirar os pais da crise, devemos levar mais as questões econômicas a serio, no inicio de 2019 enfrentamos o rompimento de uma barragem e seus desdobramentos, 2020 chuvas torrenciais acima da media e uma pandemia descontrolado, isso são fatores externos que não podemos controlar, nossa vida financeira sim!  Planejamento é a palavra para o início do ano, as empresas fazem isso, geralmente fazem no fim do ano anterior, esta na hora de fazermos também da nossa vida financeira: Quais são minhas dívidas, quanto (e como) investir esse ano, o que irei fazer com meu dinheiro mês a mês, ter objetivos e metas, se quiser de uma vez ter o  controle de sua vida financeira.

Gladson Norberto é especialista com MBA em gestão financeira, Relações Públicas formado pela PUC-MG, 

mestre de cerimônias, palestrante   e autor do livro “Meu salário não chega ao fim do mês” disponível em www.clubedosautores.com.br.

www.locutores.com.br/gladsonorberto